Como economizar com cartões de crédito

Como economizar com cartões de crédito

A receita básica de como economizar dinheiro não tem muito mistério: é preciso gastar menos do que se recebe. Mas todos nós sabemos que esta fórmula não é tão simples de seguir na prática. Existem diversos motivos que dificultam a vida de quem está tentando economizar – e um deles é fazer mau uso do cartão de crédito.

Quando você usa um cartão de crédito, o banco nunca te pergunta se você tem certeza de que pagará a conta por inteiro a cada mês.

No entanto, há uma coisa que você deve fazer: manter o saldo de seu cartão de crédito o mais baixo possível. E é este o título do nosso artigo: como economizar com cartões de crédito. Por quê?

A resposta é simples.

Faça um planejamento financeiro

Naturalmente, quando você usa um cartão de crédito não deve exceder o crédito disponível, mas você também deve saber quando parar de usá-lo.

Assim, evitará chegar ao ponto em que você tenha gasto mais do que pode pagar. Uma maneira de fazer isso é estabelecer um orçamento para você mesmo.

Outra maneira é rastrear suas despesas mensalmente.

Você pode selecionar quais cartões de crédito você deseja incluir no relatório e quais você deseja excluir. Por exemplo: se você usar apenas um cartão de crédito para compras de supermercado, você pode dizer ao aplicativo para excluir esse cartão da lista de cartões de crédito incluídos no relatório.

Ao mesmo tempo, você pode adicionar quaisquer novos cartões de crédito que tenha obtido recentemente ou que pretenda utilizar no futuro.

Reduza o limite do cartão

Além de pagar com seu cartão de crédito, outra forma é ter o hábito de fazer as compras é por débito direto.

Neste caso, o valor do cartão está deixando sua conta mesmo que você não tenha dinheiro suficiente para pagar a fatura. Por exemplo, se seu saldo for R$500 e seu limite for R$1.000, se você emitir um débito direto por R$500, seu banco irá imediatamente baixar seu limite para $500 (menos os $50 que lhe cobram pelo serviço) e remover os $1.000 de sua conta.

Mas agora, como seu saldo é de apenas R$500,00, você poderá gastar apenas este valor no que precisar sem ter que esperar até seu próximo período de faturamento.

Pague o valor total da fatura

Se você não pagar o valor total, você está abrindo a porta para uma agência de cobrança ou algo pior. É aqui que a maioria das pessoas comete erros. Eles fazem um “apelo” ao cliente para “reconsiderar” o pagamento da fatura.

Procure cartões sem anuidade

Elas não são dívidas verdadeiras e nunca farão parte de seus extratos mensais. No que diz respeito às taxas de atraso de pagamento, isso é outra história.

Vamos falar sobre aqueles “extras” que eles jogam na embalagem do cartão de crédito. Por isso, procure renegociar com seu banco e verifique se há alternativas de cartões sem anuidade.

Controle o número de cartões

Nos impor limites é bom, e quando o assunto é cartão de crédito, essa tarefa é necessária. Tenha no máximo dois cartões de bandeiras diferentes.

Com dois cartões, você tem mais controle para administrar a fatura e quanto pode consumir nele. Através de um cartão, você pode usar na sua rotina, e outro deixar guardado em caso de alguma eventualidade. Outra sugestão importante, nunca peça cartão de loja, normalmente o juros são mais caros.

O ideal é que os dois cartões juntos não ultrapasse o valor da sua renda, pois caso acabe gastando os dois integralmente, pode ter problemas depois.

Caso você pense que estou sendo cauteloso em excesso, deixe-me lembrá-lo de outra coisa: Muitas pessoas tem seus cartões de crédito roubados todos os dias. Na verdade, se você for vítima de fraude, estas organizações investigarão o assunto e cuidarão dele para você, mas até lá, você pode experimentar alguma dor de cabeça.

Não utilize o limite do seu cartão

Não use todo o seu crédito disponível de uma só vez. Caso contrário, você se encontrará em uma situação em que não saberá para onde se virar.

Em vez disso, use algumas “economias” para pagar o que quiser comprar agora, e depois use o resto mais tarde quando tiver um pouco de dinheiro extra para gastar em outra coisa.

Ao usar este método, você achará mais fácil resistir ao impulso de gastar demais.

Use algumas “economias” para pagar o que você quiser comprar de imediato, e depois use o resto quando tiver um pouco de dinheiro extra para gastar.

Outra sugestão importante, nunca use todo o seu crédito disponível de uma só vez. Caso contrário, você se encontrará em uma situação em que não saberá para onde se virar.

0 Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Este site utiliza Cookies e Tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência. Ao utilizar nosso site você concorda que está de acordo com a nossa Política de Privacidade.