Quando vale a pena mudar de profissão?

Quando vale a pena mudar de profissão?

Descontente com sua carreira ou com as perspectivas profissionais de seu curso? Nunca é tarde para pensar em uma segunda graduação ou até mesmo em mudar de profissão. Porém, é preciso se questionar até quando vale a pena fazer essa mudança, levando em consideração os prós e os contras de uma possível guinada em sua carreira. 

A insatisfação ou a decepção com a área escolhida pode acontecer com qualquer um e em qualquer momento da vida profissional, mas é importante perceber quando a realidade se apresenta de uma forma definitiva ou se é apenas uma fase ruim. Nem sempre a rotina da profissão escolhida se aproxima da idealização criada previamente e tal frustração pode começar a surgir ainda durante o curso, então fique atento aos primeiros sinais.

Incertezas na graduação

Durante a graduação, é comum haver disciplinas ou conteúdos que não atendam aos seus ideais ou gostos pessoais, ainda assim isso não é razão suficiente para pensar em trocar de área. Contudo, se você sentir que sua identificação com a profissão fica cada vez menor, talvez seja necessária uma avaliação da escolha feita. Só não vale se deixar levar por modismos ou por influências de terceiros. Isso também vale para quando pensar em mudar de profissão.

Tome cuidado também com aqueles conselhos de escolher uma profissão considerada de mais futuro, pois não há garantias de que uma ou outra escolha lhe trará melhores resultados financeiros. Até mesmo áreas como a tecnologia podem representar boas oportunidades de trabalho, mas ainda assim é preciso estar preparado para o mercado de trabalho, e, portanto, estar seguro de seu desempenho antes de se aventurar em uma área nova.  

Outra dúvida constante é em relação ao futuro profissional, pois é normal haver certa insegurança a respeito em qualquer área escolhida. Nesses casos, priorize as escolhas que tiverem mais a ver com suas habilidades e potenciais do que com a ideia de buscar uma área apenas por ela oferecer a possibilidade de maior retorno. Às vezes vale mais a pena investir em sua formação, qualificando seu currículo do que começar do zero em outra área. 

Mudar de profissão ou não?

Muitas vezes, nossa área de formação não parece atender às nossas expectativas depois de formados. Isso faz parte do início de carreira e das adequações necessárias a nossa área de atuação. Nem sempre essa primeira etapa é fácil, mesmo assim ainda não representa a urgência de mudar de profissão. Qualquer que seja a carreira, ela é construída aos poucos, passo a passo, então não se deixe desanimar logo de cara. 

Atualmente, o mercado de trabalho é concorrido para todas as áreas, lembre-se que mais importante é investir em sua qualificação e alinhar seu perfil a uma escolha em que possa se destacar do que correr atrás de um ideal profissional apenas cogitando os ganhos financeiros prometidos e nem sempre reais. 

Contudo, ainda que você goste de sua atual área, mas esteja descontente com sua realidade profissional, vale a pena considerar algum tipo de mudança de postura, seja ao mudar de profissão ou não. Hoje em dia, para todo e qualquer profissional, é imprescindível estar sempre reciclando seus conhecimentos e estar aberto às possibilidades, mantendo-se flexível às novas oportunidades oferecidas pelo mercado. 

Gerenciando sonhos e metas 

Quando se fala em mudar de profissão a questão mais importante é estar atento à escolha em que você possa buscar uma maior realização, aproximando-se de seus sonhos, pois de nada adianta mudar de área e trabalhar com algo que você não goste ou não tenha prazer em realizar diariamente. 

Um bom plano de carreira é fundamental antes de tomar qualquer atitude, bem como buscar informação e orientação sobre o melhor caminho a seguir na sua vida profissional, tanto permanecendo na sua área de atuação quanto se aventurando em uma nova. 

Entretanto, se você optar por mudar de profissão, uma dica importante é tentar aproveitar sua bagagem ao invés de descartar sua formação e todo o conhecimento já adquirido. O desafio é buscar conciliar as suas competências com a nova ocupação, tentando criar uma forma em que experiências antigas e novas convirjam, criando uma atuação diferenciada de sua parte. Esse é o melhor caminho para se destacar em um mercado tão acirrado, oferecendo uma combinação de saberes exclusiva.     

De olho no mercado

Ao tomar uma escolha, seja ainda na graduação, no Ensino Médio ou no meio da vida profissional, é fundamental estar atento às demandas de mercado. Busque sempre se informar sobre a profissão almejada e a realidade dos profissionais que atuam na área. Igualmente, tente identificar se você tem o perfil necessário para atuar profissionalmente na área escolhida, caso contrário, busque investir na formação necessária, desenvolvendo as habilidades requisitadas. 

Outro aspecto importante é buscar perceber onde você pode aplicar seus conhecimentos, buscando áreas próximas a sua. Nesse sentido, você pode buscar ampliar suas possibilidades, adquirindo novos saberes que acabem complementando sua formação, sem ter que necessariamente mudar de profissão. Mudando ou não, o importante é trabalhar com algo que faça sentido para você, lembre-se disso!   

 

0 Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *